terça-feira, 3 de maio de 2011

FALAR DE SAUDADE?


Se quiser falar de saudade
terei que voltar no tempo,
vou ter que retroceder na idade,
buscar guardado um antigo sentimento.

Momento sublime que ficou para trás
plantado em segredo na terra do coração,
e porque não fui nem audaz, nem capaz,
perdi-o, num vacilo, em tumultuada estação.

Agora o procuro, com um nó na garganta,
chorando o meu amargo desgosto...
Não soube cultivar emoção tão santa
e só em lembranças vejo seu pálido rosto.

O tempo chora o desespero da perda,
gestos impensados de um coração imaturo
que partiu por um desvio à esquerda
em vez de transpor apenas um pequeno muro.

Hoje... já não há mais tempo para lamento,
a dor libera o açoite encharcado em agonia...
Na memória faço o meu acampamento,
busco num veleiro nebuloso, a perdida alegria!

Carmen Vervloet

Um comentário:

Lyrics Lagrimas e Sorrisos disse...

FALAR DE SAUDADE É SEMPRE MUITO BOM, POIS QUANDO SE TEM SAUDADE É PORQUE A VIDA VALEU A PENA CADA MOMENTO VIVIDO. PARABENS CARMEM PELO LINDO TEXTO. BEIJO POESIA!